Bem-vindo ao CLUBEBET. Por favor, faça o login ou registe-se.
Total de membros
12
Total de mensagens
756
Total de tópicos
756
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
O PSG subiu a parada dos €60 milhões para €70 milhões para contratar João Neves, mas Rui Costa continua a agarrar-se à cláusula de rescisão de €120 milhões do médio de 19 anos. Os parisienses estão convencidos de que o presidente dos encarnados pode baixar o valor, mas as águias não estarão disponíveis para negociar abaixo dos €100 milhões. O objetivo do Benfica é manter o jovem internacional mais uma época, renovar-lhe o contrato e melhorar-lhe o salário, mas a primeira tentativa, como A BOLA deu conta a 8 de junho, não teve sucesso.

João Neves é o jogador com mais mercado e que poderá proporcionar o negócio financeiro mais vantajoso para o Benfica. São vários os clubes interessados no médio. O PSG está na linha da frente e acelera para fechar o mais depressa possível a transferência, consciente de que o Man. United é forte concorrente (ofereceu €60 milhões), mas que também Man. City, Liverpool ou Bayern podem entrar na corrida.

Os parisienses são, neste momento, os mais fortes candidatos a contratar João Neves, desde e sempre que o Benfica admita negociar bem abaixo da cláusula de rescisão. Porque €120 milhões o PSG não vai oferecer e mesmo €100 milhões parecem, por agora, improváveis.

A transferência de António Silva é o negócio previsto pelo Benfica para este verão. À Luz já chegou uma proposta do Newcastle pelo defesa-central de 20 anos, cuja participação no Euro 2024 e mesmo a última época pouco contribuíram para sustentar um negócio de €60 milhões, valor pelo qual admitiriam vender. Os ingleses oferecerem €35 milhões, mais €15 milhões de bónus, que Rui Costa recusou. É provável, porém, que elevem a oferta em breve e que possam convencer o Benfica a aceitar a transferência.

Renovação falhou
O plano do Benfica mantém-se, ou seja, ainda existe a expectativa de que possa continuar com João Neves. Isto apesar de forte contrariedade. João Neves recusou a oferta de renovação, antes da partida para o Euro 2024. O médio recebe 500 mil euros limpos e o Benfica ofereceu-lhe €1 milhão limpo. Substancialmente abaixo dos mais bem pagos no plantel. João Neves não sentiu refletida na oferta do Benfica a importância dele na equipa, nem o potencial dele.