Bem-vindo ao CLUBEBET. Por favor, faça o login ou registe-se.
Total de membros
12
Total de mensagens
763
Total de tópicos
763
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
Cinquenta dias passaram desde o adeus sem glória à última época até ao arranque dos trabalhos da nova, no Seixal. E, no entanto, para quem viveu por dentro uma temporada marcada pelo segundo lugar no campeonato, um desempenho europeu abaixo do esperado e forte contestação a Roger Schmidt, parece ter sido mais. O Benfica regressa ao trabalho, esta quarta-feira, depois de uma primeira semana intensa, mas sem o peso da desilusão. Quem andou pelo Seixal estes primeiros dias viveu o sentimento de tudo ter começado do zero.

As nuvens negras da frustração já não ameaçam o Seixal. Pelo menos não ameaçaram nos primeiros cinco dias da nova época. Prevaleceu, na reabertura da oficina dos encarnados, o bom ambiente e fortaleceu-se a esperança num futuro mais risonho.

Roger Schmidt trabalha com muitos jogadores da época passada, mas também com muitas caras novas da formação e até alguns que voltaram depois de empréstimo e sabem que não formarão parte do plantel. O plantel ainda sofrerá mudanças, mas isso não impediu, que exista sintonia na dedicação ao trabalho e ao virar de página. A integração dos mais novos tem sido positiva e adaptação dos reforços, por agora Leandro Barreiro e Vangelis Pavlidis, a disponibilidade para o trabalho, sempre exigente fisicamente em qualquer início de época, tem sido apreciada pelo treinador.