Bem-vindo ao CLUBEBET. Por favor, faça o login ou registe-se.
Total de membros
12
Total de mensagens
756
Total de tópicos
756
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
A SAD do FC Porto acaba de conseguir uma primeira vitória no folhetim em torno do caso Cardoso Varela. A BOLA apurou que a transferência de Cardoso Varela para o NK Dinamo Odranski Obrez, da Croácia, foi cancelada no TMS, um sistema online que torna as transferências internacionais de jogadores entre clubes mais rápidas, fáceis e transparentes. Dentro da Divisão Jurídica e de Conformidade da FIFA, o Departamento de Execução Regulatória é responsável pela gestão e administração do Sistema de Correspondência de Transferências (TMS). O jovem jogador não cumpriu os critérios exigidos e, por isso, a operação foi encerrada.

Recorde-se que avançado internacional Sub-17 viajou no passado fim de semana com os agentes FIFA Faustino Gomes e Wilson Sardinha, além de dois outros jovens, rumo à Croácia, com a intenção de ficar vinculado ao NK Dinamo Odranski Obrez, da III Liga (correspondente ao 4.º escalão daquele país), até completar 16 anos, a 29 de outubro, e poder assinar um contrato profissional. Esse clube croata, contudo, serviria apenas de trampolim para uma equipa da Bundesliga, em jeito de linha de defesa num processo bastante obscuro também para o destinatário final.

André Villas-Boas deu ordem para ser apresentada uma queixa na FIFA e uma participação à Comissão de Proteção de Crianças e Jovens. Recorde-se que o presidente do FC Porto reuniu com o jovem há cerca de um mês e, na altura, recebeu sinais claros de que Cardoso Varela que apontavam à sua vontade de continuar no FC Porto.

Entretanto, A BOLA contactou Faustino Gomes, que confirmou ter viajado com o jogador para a Croácia, mas negou qualquer responsabilidade nesta situação. «De uma vez por todas, quero que fique claro não tenho qualquer responsabilidade. A família é que sabe o destino do jogador. O presidente André Villas-Boas sabe bem o que eu desejava. Portanto, chega de manchar o meu nome. Viajo hoje para Portugal e não sei mais nada»