Bem-vindo ao CLUBEBET. Por favor, faça o login ou registe-se.
Total de membros
12
Total de mensagens
756
Total de tópicos
756
0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.
O novo diretor para o futebol profissional do FC Porto, Jorge Costa, foi esta terça-feira suspenso por 15 dias pelo Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), face a incidências ocorridas ainda como treinador do AVS. Os 15 dias de suspensão começam a ser cumpridos a partir do primeiro jogo oficial. No caso, a final da Supertaça, dia 3 de agosto, em Aveiro, entre o FC Porto e Sporting.

Em comunicado, o órgão disciplinar federativo fundamentou a pena, acrescida de 1.340 euros de coima, com a «lesão da honra e da reputação e denuncia caluniosa» do então técnico avense na derrota caseira com o Tondela (1-0), da 34.ª e última ronda da edição 2023/24 da Liga 2, que precedeu o acesso ao play-off de promoção ao escalão principal.

O AVS viria a vencer o então primodivisionário Portimonense (4-2 no agregado das duas mãos) e selou uma inédita subida à Liga em 02 de junho, logo antes de Jorge Costa ter encerrado a carreira de técnico principal para voltar ao FC Porto, como diretor do futebol.

A «lesão da honra e da reputação e denuncia caluniosa» também motivou o CD da FPF a sancionar Luís Gonçalves, antigo administrador da SAD azul e branca e diretor-geral do clube, com 60 dias de castigo e 8.160 euros de multa, mas absolvendo-o de «agressões».